segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ÁRVORES QUE PLANTAMOS... E CUIDAMOS...

A mais bela poesia é a natureza... FICAR ADMIRANDO A NATUREZA É FÁCIL... Fazer algo para que no futuro ainda possa ser vista e reverenciada como obra do Criador, não é nada fácil...
Eu já tentei ajudar a preservar essa beleza para o futuro....


Na minha primeira viagem ao Pantanal a serviços visualizei esta árvore, e sua bela imagem teve um grande impacto em minha alma. Paramos em sua sombra para apreciá-la mais de perto e peguei umas vagens que estavam caídas no chão. O motorista da Empresa, Sr. Ebel, um Senhor de idade e nativo da região, perguntou para que eu estava levando, e eu disse: "Vou plantar".  Ele: "Seus bisnetos a verão" "Vai levar mais de cincoenta anos para crescer". Eu nem liguei para o que disse, e plantamos (eu e minha esposa). Três anos  passados e ela estava assim, a da esquerda na foto abaixo. (Rua Guadalajara 99 - Jd América - Campo Grande MS)


Plantamos em frente da casa, também, a quaresmeira à direita e o avelós dentro do jardim.
Além dessas árvores, nesta mesma casa, nos fundos, plantamos um cajueiro, com sementes que foram trazidas de uma viagem ao Nordeste, abaixo.


Quando mudamos para a Rua Amazonas 2783, no Jardim Autonomista (Campo Grande MS), plantamos um pé de acácia (AO PLANTAR TINHA INTENÇÃO DE CUIDÁ-LO ATÉ A MINHA PASSAGEM PARA A ETERNIDADE) na frente e um pé de romã logo na entrada, dentro do jardim. Mas como estava sob efeito de um trabalho kardexista (dopagem da mente), e agindo meio inerte como um semi-zumbi, elas não foram fotografadas.

Agradeceria se algum morador da cidade de Campo Grande (MS) pudesse informar-me se alguma dessas, que foram apenas algumas, continuam vivas, ou se os homens destruíram tudo o que edifiquei quando por aí estive: família, árvores, etc E quase conseguiram até o caráter...

Um comentário:

Pierre da Gama disse...

Agradeceria se algum morador da cidade de Campo Grande (MS) pudesse informar-me se alguma dessas, que foram apenas algumas, continuam vivas, ou se os homens destruíram tudo o que edifiquei quando por aí estive: família, árvores, etc