sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

CADA NOVO ANO... MINHA VIDA SOFRE UMA METAMORFOSE...

A CADA ANO MINHA VIDA PASSA POR UMA METAMORFOSE. OS QUE SE DESTACARAM FORAM:
        * O ANO DA PARTIDA (DE PORTUGAL COM MINHA LUZ RUMO AO OCIDENTE)  
        * O ANO DO PAPAGAIO (CONSTRUTOR E VENDEDOR DE PIPAS)
        * O ANO DO PALMEIRENSE (ÉPOCA DA ACADEMIA)
        * O ANO DO PROJETISTA (DE ENGENHARIA)
        * O ANO DO POUPADOR (TEMPOS ÁUREOS DA POUPANÇA)
        * O ANO DO PANTANAL (NO PARAÍSO VI QUE O ANIMAL NOS ESPREITA É NAS CIDADES)
        * O ANO DO PREGÃO (DA BOLSA DE VALORES)
        * O ANO DO PROGRAMADOR (DE COMPUTADOR)
        * O ANO DO PROFESSOR (O MELHOR DOS ANOS
        * O ANO DO PEDREIRO LIVRE
        * O ANO DO PESQUISADOR (MESTRADO EM ENGENHARIA)
        * O ANO DO PASSEIO (PELA TRANSAMAZÔNICA DE MONZA)
        * O ANO DO PROPRIETÁRIO (DE IMÓVEIS) 
        O ANO DO PEDREIRO
        * O ANO DO PINTOR  
        * O ANO DO PEREGRINO (PARA DENTRO DA ALMA)
        * O ANO DO PIERRE (DA GAMA - NASCIMENTO DO ESCRITOR) 
        *  O ANO DO PORTUGUÊS (AGRESSÕES DE RACISMO NA TERCEIRA IDADE)
        * O ANO DO POETA (2014)
        * O ANO DO POLÍTICO (NÃO EXISTIU E ESPERO NÃO EXISTIR)
        * O ANO DO PÓ (QUANDO SERÁ QUE DEUS IRÁ QUERER MINHA ALMA DE VOLTA?)


2014 FOI O ANO DO POETA


       





QUE VENHA 2015!!!

COMO A VIDA É REPLETA DE MISTÉRIOS, E A MINHA TEM SE MOSTRADO RICA EM METAMORFOSES, SÓ ESPERO QUE 2015 NÃO SEJA "O ANO DO POLÍTICO", E NEM DE QUALQUER AGRESSÃO, SEJA FÍSICA, FINANCEIRA OU MORAL, À QUALQUER SEMELHANTE... E QUE APESAR DE SER PEDRO, NÃO SEJA UMA PEDRA A FICAR LAMENTANDO DE ALGUMA COISA, TOTALMENTE IMÓVEL...


sábado, 20 de dezembro de 2014

É NATAL!!!

Senhor!

Continue fazendo de mim um instrumento de seu Poder e Justiça. Mesmo que eu seja perseguido, que sofra e chore, sina dos Seus Filhos eleitos para refletirem a sua imagem, que tem o seu símbolo representado no NATAL... 





















FELIZ NATAL!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

ESTRADA PARA A VIDA

Poema que conquistou o primeiro lugar (Poesias - abrangência nacional) no Concurso Cultural "100 ANOS DA ESTRADA DE FERRO DE CAMPOS DO JORDÃO"

ESTRADA PARA A VIDA (UMA VIAGEM NO TEMPO)
                                                                      (Pierre da Gama)

E vinha a locomotiva soltando fumaça a plenos pulmões
Cortando verdejantes montanhas
Conduzindo almas com dores nas entranhas
Que levavam muitas esperanças nos corações.

Cortava serração, garoa e tempestade
Aos solavancos e barulho estridente de um apito
Percorrendo ferreamente o terreno inóspito
Tendo a chegada esperada com muita ansiedade.

Na volta trazia almas rejuvenescidas
As dores não mais existiam nos corpos
Com pulmões repletos de anticorpos
E forças para iniciarem novas vidas.

O trem passou, o tempo passou, e a Estrada cresceu
Desapareceu a locomotiva a vapor
Deixando de no ar a fumaça expor
E a Estrada atingindo o seu apogeu.

Começou uma nova era para o comboio
Transportando para respirar o ar puro
Das montanhas com clima douro
Para as atribulações da vida dar um apoio.

Muitos chegavam para apreciar o frio da estação
Da janela do hotel deleitar-se com as paisagens
Guardando para sempre as belas imagens
Enquanto o clima tiritava o corpo e aquecia o coração.

O tempo passava lentamente
A população rapidamente crescia
O comércio se desenvolvia
Transportava de tudo para a cidade ficar efervescente.

O trem passou, o tempo passou, o comboio parou
Hoje tem muitas histórias para contar e encantar
Indo para respirar ar puro e o frio degustar
Não deixe de passear pela estrada que a muitos fascinou.





terça-feira, 2 de dezembro de 2014

A ROTINA DE UM EMPREGADO

A rotina de uma pessoa normal nos dias de hoje: Ao acordar vai dizendo “eh relógio, já?”. Toma um café rapidamente, e senta em seu carro, para deslocamento ao seu serviço, enfrentando maus motoristas, buracos nas pistas, vias interditadas com os dizeres “estamos trabalhando para melhorar sua vida”, e muito mais. No serviço, onde é considerado apenas um gráfico, é constantemente pressionado pelas chefias para produzir mais e mais, muitas vezes SEM SE PREOCUPAR COM A QUALIDADE, apesar de ser chamado de colaborador; pelos colegas é considerado uma ameaça em suas pretensões de ser melhor visto pelos olhos superiores, e te forçam entrar em uma disputa acirrada. No almoço, engole alguma coisa rapidamente, por perto do seu “templo de trabalho” e volta. Terminada a sua obrigação de cumprir horário, muitas vezes de duração estendida, pega o carro novamente e enfrenta a volta como foi a vinda. Tendo uma vida como se fosse uma máquina qualquer, trabalhando de forma incessante e sem manutenção, o resultado não poderia ser diferente: desgastes prematuros na saúde mental e física, provocando ESTRESSES, HIPERTENSÕES, INSÔNIAS E DEPRESSÕES, tornando-se um forte candidato a problemas cardíacos, psicológicos e mal de alzheimer...
Para tentar aliviar esses desgastes e fornecer um pouco de alívio a essas almas, criei este BLOG, denominado “BLOG QUE DESVENDA A ALMA HUMANA”



terça-feira, 25 de novembro de 2014

RIO PRETO NOS TRILHOS

Atendendo a sugestão do meu concunhado Geraldo que, ao ver o meu Poema sobre a Estrada de Ferro de Campos do Jordão, sugeriu que eu fizesse um também para a Estrada de Ferro da cidade onde mais tempo vivi.

RIO PRETO NOS TRILHOS
                                    (Pierre da Gama)

Rio preto nasceu como uma trilha de mineiro
Para  mostrar fé elegeu São José Padroeiro
Mas só conseguiu entrar nos trilhos
Com a chegada da EFA para o conforto de seus filhos.

Entrando nos trilhos da civilização
A cidade ficou em ebulição
Muito conforto o trem trazia
E na volta, muita produção conduzia.

A viagem de trem até a capital
Muitas vezes era vital
Por motivos simples ou inevitáveis
De passeios a negócios rentáveis.

Belos tempos, belos dias, de minha infância...
Quando a pé ou bicicleta com constância
Percorria o cruzamento da Vila Conceição
E no meio das árvores voava na imaginação.

Em torno dos trilhos muita aglomeração surgiu
A cidade em progresso explodiu
Se para o conforto há pagamentos
Seriam inevitáveis acidentes e sofrimentos...




terça-feira, 18 de novembro de 2014

PARA MIM, VOCÊ É UM JARDIM, SEM FIM


VOCÊ É ASSIM
          (Pierre da Gama)

Para mim
Você é assim
Um jardim
Sem fim

Para mim
Você é assim
Um manequim
De cetim

Para mim
Você é assim
De amendoim
Meu pudim

Para mim

Você é assim
De marfim
O meu querubim

Para mim

Você é assim
O confim
Tudo enfim...

terça-feira, 11 de novembro de 2014

SETEMBRO, DOCE SETEMBRO!




               SETEMBRO, DOCE SETEMBRO!
                                                    (Pierre da Gama)

Terceiro dia de um mês ensolarado de setembro
Aproximando-se do limiar do final dos anos mil
Mentiria muito se ousasse dizer que me lembro
Minha mãe abandonou as plantações às pressas, e pariu.

No transcorrer do setembro do ano seguinte
Dentro de um navio luso rumo ao poente
Subia e descia escadas de uma embarcação sem requinte
Irrequieto, irritava e deixava a minha mãe doente.

Todo setembro, logo que ia chegando
Trazia-me mais uma nova primavera
E minha mãe se entusiasmava quando...
Com luz nos olhos relatava as dores que tivera.

Setembro em meus dezoito anos afora
Em pleno reconhecimento do ocidente
Presenteado por meu pai para não perder a hora
No pulso ia marcando o tempo um Orient.

Setembro! Ah, meu doce setembro!
Conseguiu alegrar-me muito mais desta vez!
Mentiria muito se dissesse que não me lembro
Ao encontrar a alma gêmea... ela era do mesmo mês...

Setembro, mês de início da primavera no Brasil
Prestei-lhe a minha mais singela homenagem
Casei-me dia vinte e dois de um mês de abril
Tendo já Bodas de Cedro na bagagem.

Setembros chegaram e se foram, floridos como sempre
Trazendo e levando, amigos, amores e dinheiro
Sonhos e emoções que nenhum metal compre
De aprendiz de engraxate a mestre engenheiro.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

HIPOCRISIA

A hipocrisia é uma qualidade inata do ser humano. Que, algumas vezes, passa despercebida por quem pratica...
Muitos vivem exaltando as qualidades espirituais... mas quando encontra alguém não visto a algum tempo sempre pergunta: “O que você anda fazendo para correr atrás do vil metal?” Sem questionar como anda espiritualmente.
Muitos vivem exaltando os sentimentos de liberdade... mas sempre está querendo escravizar alguém a uma ideia ou idealismo seu...

Muitos dizem serem contra o nepotismo... desde que os beneficiados não sejam eles...



terça-feira, 14 de outubro de 2014

IDADE DA SABEDORIA

Nós humanos somos tão complexos, tanto de corpo e composição genética, como de alma. Aqueles que conseguem chegar a uma determinada idade, define-a como se sente:

* Para alguns é a Idade da Sabedoria.
* Para outros é a idade das dores, alguns dores no corpo e outros dores na alma. 
* Para alguns ateus é a idade da conversão e tornam-se excessivamente crentes, ao sentirem a chegada da passagem para a eternidade..






terça-feira, 7 de outubro de 2014

A VIDA COMO ELA É...

A VIDA COMO ELA É... SEM DEIXARMOS SER DOMINADOS POR PAIXÕES...
Quando depende apenas de nós, é tão fácil construir nosso caminho, e até Deus ajuda... Mas quando nos deparamos com a ignorância humana, nossa vontade não tem qualquer valor, e até Deus nos abandona... os Cristãos sabem bem disso: Deus não deu ouvido nem ao seu filho predileto (Pai afasta de mim este cálice) quando mercê da ignorância, por quê daria ouvidos a outro seu filho qualquer? 


terça-feira, 16 de setembro de 2014

PROCURO UM HOMEM, DE CARÁTER.

PROCURO UM HOMEM (DIÓGENES).
Diógenes expressava seu pensamento através da frase "procuro um homem". Conforme relatos históricos ele andava durante o dia em meio às pessoas com uma lanterna acessa pronunciando ironicamente a frase. Buscava um homem que vivesse segundo a sua essência. Procurava um homem que vivesse sua vida superando as exterioridades exigidas pelas convenções sociais como comportamento, dinheiro, luxo ou conforto. Ele buscava um homem que tivesse encontrado a sua verdadeira natureza, que vivesse conforme ela e que fosse feliz.

Para ele os deuses deram aos homens formas para viverem de modo fácil e feliz, mas esses mesmos deuses esconderam essas formas dos homens. Diógenes buscava descobrir esses modos de viver tentando demonstrar que as pessoas tem a seu dispor tudo aquilo que realmente precisam para ser feliz. Mas para isso as pessoas tem que conhecer a sua natureza e as verdadeiras exigências que essa lhe faz.



terça-feira, 9 de setembro de 2014

O COLORIDO DA VIDA.



A estrada da vida tem o colorido das flores que você planta. E o ideal é seguir sempre em frente plantando, sem olhar para trás para não ver as pragas destruindo os belos frutos gerados... Esta é a lei da vida, e a sina de quem planta flores.

Se para você dinheiro e poder (muitas vezes dito como realizações materiais e pessoais) são sinônimos de sucesso e felicidade... O jeito mais fácil de conseguir é seguir a lei da vida, pintando e bordando com o negrume do seu ♥♥coração♥♥. Lucrando em cima da ingenuidade alheia, trapaceando, pisando nas pessoas, mentindo, etc

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

terça-feira, 19 de agosto de 2014

A REALIZAÇÃO HUMANA.


Para nós humanos cada um tem a sua forma de realização pessoal.

Uns gostam de comer, comer e comer... e depois fazer uma redução de estômago. Outros gostam de beber, beber e beber... e depois fazer parte de um grupo AA.

Uns gostam de ostentar poder e dinheiro. Outros gostam de se revestir de humildade.

Uns intelectuais gostam de publicar trabalhos, e publicar e publicar, apenas dentro de sua área. Outros gostam de ter a mente aberta, e se instruírem de forma bem diversificada.

Uns gostam de prejudicar e maltratar seus semelhantes. Outros gostam de praticar a caridade e a solidariedade.

Uns gostam de fazer de suas vidas verdadeiras corridas do ouro, satisfazendo-se cada vez mais a cada pedra adicionada às suas fortunas. Outros gostam de fazer uma corrida espiritual, plainando em direção ao céu, burilando a pedra preciosa que encontraram dentro de si.

A maior satisfação para alguns é conseguir ser senhor de si e respeitar os gostos de cada um. Para outros é sempre encontrar alguma forma de criticar o gosto de alguém.



Alguns apolíticos sentem-se realizados por pegar um pouco do resultado de seu suor e pagar impostos em que parte será destinadas aos políticos que administram o país. Enquanto alguns políticos sentem-se realizados por criticar todos até os apolíticos que pagam seus salários com prazer.