Seguidores

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

ANO 13... INICIOU UM NOVO MUNDO...


ANO 13. O ANO EM QUE A LUZ VENCERÁ AS TREVAS.



FINALMENTE, PARA MIM, CHEGOU O ANO EM QUE VEREI A LUZ VENCER AS TREVAS... (SE A IGNORÂNCIA DOS HOMENS PERMITIR, TORCENDO PARA QUE TODOS OS IGNORANTES JÁ SE SINTAM PLENAMENTE SATISFEITOS POR TUDO QUE DEMONSTRARAM TER A CAPACIDADE DE FAZER )



         Passando os seus olhos pelo reconfortante Livro dos Salmos, parou naquele que lhe pareceu ser o mais utilizado: “O senhor é meu pastor, nada me faltará...”, e começou a questionar qual seria a razão para que pouquíssimos serem exaustivamente lembrados quando existem diversos, todos eles revestidos com a mesma beleza, como exemplo o Salmo 64 (63), que em toda a sua essência se mostra mais condizente com a realidade humana e que são praticamente ignorados:

Ouve, ó Deus, a minha voz nas minhas perplexidades; preserva-me a vida do terror do inimigo.
Esconde-me da conspiração dos malfeitores e do tumulto dos que praticam a iniquidade, os quais afiam a língua como espada e apontam, quais flechas, palavras amargas, para, às ocultas, atingirem o íntegro; contra ele disparam repentinamente e não temem.
Teimam no mau propósito; falam em secretamente armar ciladas; dizem: Quem nos verá?
Projetam iniquidade, inquirem tudo o que se pode excogitar; é um abismo o pensamento e o coração de cada um deles.
Mas Deus desfere contra eles uma seta; de súbito, se acharão feridos.
Dessarte, serão levados a tropeçar; a própria língua se voltará contra eles; todos os que os veem meneiam a cabeça.
E todos os homens temerão, e anunciarão as obras de Deus, e entenderão o que ele faz.

O justo se alegra no SENHOR e nele confia; os de reto coração, todos se gloriam
.”


         Não precisou raciocinar muito para sentir que o Salmo “O Bom Pastor” se encaixaria perfeitamente na vida de seu autor, um rei riquíssimo e poderosíssimo, o Rei Davi pai do Rei Salomão.