quarta-feira, 28 de setembro de 2011

CUIDE DO SEU CORAÇÃO.


Quando não se cuida do coração, o corpo padece e a mente adoece...

♥♥♥ coração adverte: se for amar, ame sem moderação e cuide bem do seu coração!!! ♥♥♥


 ♥ Se você tiver o prazer de alguém entregar um coração em suas mãos, cuide bem dele. ♥ Regue-o diariamente com muito amor e carinho, depositando-o num mar de tranquilidade, assim evitará que tenha hipertensões que poderiam destruí-lo.
 ♥ E passado algum tempo irá perceber com facilidade o quão saudável e feliz estará o seu.  
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


terça-feira, 27 de setembro de 2011

COMO A BÍBLIA É BELA!!!

   Setembro é o mês da Bíblia e, como estamos na sua última semana, relembrei a parte que considero de maior beleza: os Salmos. 





    





sexta-feira, 23 de setembro de 2011

É PRIMAVERA!!!

   Semeie bons pensamentos e pratique belos atos, que sua vida será uma eterna primavera...








UM DOS BELOS E MAGNÍFICOS PORTAIS EXISTENTES NA CIDADE DE PAULÍNIA (SP)


















quarta-feira, 21 de setembro de 2011

A NOSSA ÁRVORE

O “Dia da árvore” é o dia ideal para refletirmos como temos utilizados a estrutura da árvore que um dia semeamos dentro de nós, e verificar se tem gerado bons frutos. Nas veias teriam circulado as seivas da solidariedade? Os membros teriam sido utilizados como pétalas para estender a mão e efetuar ajudas quando solicitadas por necessidades, e não forçadamente somente para se mostrar? A nossa copa teria servido para proteção de alguém contra a chuva da ignorância? Nossas raízes não teriam invadido o terreno e a privacidade de outros? 


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

COMO NÓS HUMANOS SOMOS ESTRANHOS!!!


   
  Muitas vezes dormimos dividindo uma cama de forma tão estranha...
   Não seria melhor aproveitar a oportunidade dada por Deus de termos momentos inesquecíveis???

terça-feira, 13 de setembro de 2011

NÓS HUMANOS SOMOS ESTRANHOS!!!


Procuramos uma religião para acalentar nossas almas, definindo o que será proibido fazer... mas fazemos o que foi definido como proibido de forma dolosa, e procuramos uma forma de ser punido por isso...

Muitos ostentam alguma forma para demonstrar que está ajudando alguém... mas quando alguém perto deles, com real necessidade, o procuram pedindo ajuda, viram as costas...

Muitos reclamam da vida dizendo não ter sorte... mas quando alguma coisa que poderia lhe trazer real felicidade bateu a sua porta, nem se levantaram para ver o que era...


Muitos dizem que não dão valor às coisas materiais, que dinheiro não traz felicidade e só deve ser adquirido através do trabalho... mas toda semana perdem um pouco de seus tempos numa fila de uma casa lotérica...

Muitos têm a pessoa dos sonhos nas mãos... mas não dão nenhum valor... perdem e ficam lamentando por isso...

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

A VIDA NA VISÃO DOS HOMENS


A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. Charles Chaplin

Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida. anônimo

As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem. Lilian Tonet

A vida só pode ser compreendida, olhando-se para trás; mas só pode ser vivida, olhando-se para frente. Soren Kierkergaard

Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava na vida. John Ruskin

Só há duas maneiras de viver a vida: a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre. Albert Einstein

Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor inesquecível. Diego Marchi

A vida tem a cor que você pinta. Mário Bonatti


terça-feira, 6 de setembro de 2011

O MARAVILHOSO MILAGRE DA VIDA


********
        E quanto mais se embrenhava nos estudos relativos às formas e aos constituintes dos elementos formadores da natureza, mais se surpreendia pela existência de pessoas que acreditavam em que o universo tenha se originado simplesmente do nada, do caos ou de uma mera explosão. Com tanta perfeição, desde a constituição de cada infinitamente minúscula partícula componente de uma célula viva, passando pela estonteante beleza das formas e cores dos animais e dos vegetais e a magnífica silhueta do corpo humano até o sincronismo e a harmonia apresentados pelos astros e estrelas, componentes das incontáveis galáxias existentes (seriam milhares, bilhares?), só poderia ser a obra-prima projetada por um Ser infinitamente superior em poder e sabedoria, um Grande Engenheiro, um Grande Arquiteto, um Deus.
         Descobriu que o sangue é fabricado na medula óssea, oxigenado nos pulmões, filtrado pelos rins, bombeado pelo coração para ser distribuído e circulado por todo o corpo através das artérias e veias, e que o cérebro é formado por substâncias químicas que proporcionam o aparecimento de cargas elétricas que são propagadas por intermédio dos neurônios.

sábado, 3 de setembro de 2011

PEDI A DEUS

Eu pedi forças. E Deus deu-me dificuldades para me fazer forte.
Eu pedi Sabedoria. E Deus deu-me problemas para resolver.
Eu pedi prosperidade. E Deus deu-me cérebro e músculos para trabalhar.
Eu pedi coragem. E Deus deu-me obstáculos para superar.
Eu pedi amor. E Deus deu-me pessoas com problemas para ajudar.
Eu pedi favores. E deus deu-me oportunidades.
Eu não recebi nada do que pedi, mas recebi tudo o que precisava.
(Tirado do arteblog.net que consta autoria da Madre Tereza de Calcutá)

Eu me identifico com muito disso. Mas para ficar mais completo e muito mais forte, eu completaria com:
Eu pedi convivência com homens sábios. E Deus atendeu-me de forma parcial.  Mas também deu-me muitos homens ignorantes, para que seus ataques bárbaros ajudassem a purificar o meu espírito.
Eu pedi amigos. E Deus deu-me inimigos para que eu pudesse descobrir dentro de mim o meu único amigo verdadeiro nesta vida.
Eu não pedi vida. E Deus DEU-ME A LUZ, em um certo 03 de setembro, para que eu pudesse ofuscar toda ignorância que ousasse atravessar o meu caminho.